quarta-feira, 11 de novembro de 2009

outras ideias

lembrar-se de uma anedota num enterro, imaginar dar uma facada na pessoa com que se está a discutir, ver-se a deixar cair um bebé que se tem ao colo, desejar a morte a alguém próximo... não tenham receio não sou psicopata, mas se pensamentos deste género já lhe passaram pela cabeça não se pode concluir que seja um monstro por isso.

"pensamentos intrusivos" é o nome que lhes deram. mais um processo banal dizem. pensamentos intrusivos circulam como relâmpagos nas cabeças de cada um de nós. apenas se se tornarem ideias fixas ou obsessivas podem gerar nalgumas pessoas angústia e culpabilidade.

durante muito tempo essas obsessões culpabilizantes foram interpretadas como obra de satanás, depois com a psicanálise a expressão do nosso inconsciente, mais recentemente estes pensamentos intrusivos são vistos como o resultado da visualização daquilo que receamos mais, portanto um simples mecanismo de alerta.

"face a uma ideia penosa, pensa imediatamente: tu és uma ideia e não aquilo que representas" como Epiteto aconselhava há já 2000 anos.

claro falta o sexo... deixa ver, pensamentos intrusivos relacionados com o sexo...

ps. profundos agradecimentos à Paula dos Desejos Intimos, pela sugestão da foto.

14 comentários:

ALZIRA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A Silenciosa disse...

Yakkk

Eu tenho pensamento intrusivos, claro que os tenho, ainda bem que os tenho, o facto de não os cumprir faz-me ter a certeza que sou "normal".

O meu yakkk foi para a foto, só de olhar doi.......mais valia a versão masculina de "cortar o chouriço ás rodelas"

Mas fiquei curiosa que tipo de pensamento intrusivos se pode ter em relação a sexo (julgavas que escapavas ?)....S&M? mas isso é uma prática normal desde que consentida por ambos....
Escapa-me ....ora diz-me lá que tipo de pensamento tens em mente?

(eheheheheh) beijo

Felina disse...

Por acaso uma anedota num funeral é me familiar... quanto aos pensamentos intrusivos relacionados com sexo... lembro me... na... é melhor não dizer...


beijo

Akrasia disse...

As fotos...estão melhorando...embora esta seja um pouco assustadora...mas por ela ser tão esquelética...Sim ,receio ser esquelética...de ideias!!:)))
Bjo

Vulgar disse...

Silenciosa,
"cortar o chouriço ás rodelas"... tens que me dizer por onde andas para eu ficar bem longe...ehehe, e este já conta como pensamento intrusivo.

mas talvez nas mulheres seja normal a violação enquanto nos homens... um harem com 50 mulheres...

um beijo

Vulgar disse...

Felina,
e vais assim deixando água na boca? qual é, qual é? eheheh

um beijo

Vulgar disse...

Akrasia,
relativamente ás fotos concordo contigo, mérito dos Desejos Intimos e Pecado Original, ás duas um beijo de agradecimento.

e deixa-me discordar relativamente ás ideias, a tua akrasia é muito intrusiva...

um beijo

Felina disse...

Vulgar é melhor não dizer... é demasiado intrusiva... írias ter que pôr uma bolinha vermelha no canto superior do blog... :))


beijinho

intimidades disse...

todos nos temos pensamentos intrusivos, o que fazemos com eles e que importa :)

nao tens nada de agradecer

Jokas
paula

Iris R. Costa Barroso disse...

Pensamentos intrusivos?!

Não são todos?! Não nos chegam todos os pensamentos da mesma forma?! Os bons e o maus, aqueles que afastamos apenas como um receio e aqueles que nos perseguem constantemente até serem saciados, ganharem vida?

Acho que todos os pensamentos são intrusivos, pois não nos chegam do consciente. Todos os pensamentos provêm de algo mais escuro, mais estranho, surgem-nos do nosso verdadeiro Eu, esse eu escondido na nossa alma (cérebro).

Mas eu gosto desses pensamentos, gosto de os devorar, quando são apenas avisos e de os saborear, quando podem ser concretizados e apreciados. Sobretudo quando eles são "intrusivamente" sexuais.

Desculpa a ausência.

jokas

pecado original disse...

POC

Vulgar disse...

Felina,
é melhor não insistir mesmo...
um beijo

Vulgar disse...

Paula,
sem duvida, muito insisiva.
um beijo

Vulgar disse...

Iris,
belissimo regresso...
neste sentido os intrusivos são aqueles que nos agridem a moral.
um beijo