terça-feira, 11 de agosto de 2009

os teus lábios

dos teus lábios guardo memórias
fragmentos que contam histórias
promessas vividas intensamente
transformadas em algo recorrente.

em teus lábios tom marron
se respiras ouço o som
se suspiras sou a causa
adivinho o beijo numa pausa.

os teus lábios doces de morango
perto dos meus num passo de tango
ensaiam danças coreografadas
abrem-se como num conto de fadas.

nos teus lábios macios de veludo
desespero e espero tudo
quando neles entrego os meus
quando nos meus encontro os teus.



ps: efeitos da silly season, em breve volto à prosa...

6 comentários:

Akrasia disse...

È tão bom ser silly,uma vez por outra...bela foto dos labios,tantas cores...

beijinhos multicores..

Felina disse...

Se a silly season te dá este efeito aproveita enquanto dura

Hellena disse...

A vida só tem graça se tiver muitas cores e sabores ...
Adorei teu poema ...

Obrigada pelo carinho, enquanto estive ausente.

Bjsssssss carregados da minha saudade por ti.

Hellena

Vulgar disse...

Akrasia,
também acho... mas sem exageros senão silly passa a ser o estado natural...

um beijo.

Vulgar disse...

Felina
ainda dura... mas é como a crise parece que já há sinais de retoma...

um beijo

Vulgar disse...

Hellena
tens toda a razão, é preciso temperar e diversificar a vida nem que seja com uns poemas.

outro beijo saudoso.