sexta-feira, 4 de setembro de 2009

na praia

linha ténue crepuscular
separa o dia da noite,
suaves ondas se espraiam
e esgotam em ciclos de espuma,
uma brisa de fim de verão
aflora-te a pele arrepiada,
rituais preguiçosos repetem-se
como um olhar no horizonte
efémero momento fugidio.

perto e longe fundem-se
na superfície desse olhar
onde adivinho pensamentos.
terei falhado a sequência
e perdido a sua essência?
terei o universo contra mim
se te pegar na mão ?

dez mil fotões de luz
por um sinal.



ps: vou de férias, divirtam-se sobretudo.

5 comentários:

pecado original disse...

O mesmo para ti sem sentimentos de culpa. ;)
bjs

Felina disse...

Boas férias

(eu acho que o universo não de deve importar se lhe pegares na mão)

Iris R. Costa Barroso disse...

Boas férias!

Rachel disse...

Mudei o link xuxu!
www.despudoradaeu.blogspot.com
Bjo

Vulgar disse...

pecado original,
obrigado.
deves saber que isto são apenas umas brincadeiras poéticas.
na realidade não sofro destes “males”.
beijo

felina,
isso agora... mas acho que não também...
beijo

Iris,
obrigado. nunca mais chegava a minha vez...
beijo

rachel
registado e alterado.
beijo