terça-feira, 29 de setembro de 2009

glass ceiling

apesar da sua presença sempre crescente no mercado de trabalho as mulheres continuam minoritárias em lugares de chefia, há um conjunto de obstáculos a posições mais elevadas nas hierarquias profissionais. o fenómeno está identificado, chamam-lhe glass ceiling ou tectos de vidro, raramente são transponíveis e a ascensão na careira é em regra travada.

e todos sabemos distinguir as suas qualidades, são mais metódicas, mais concentradas, mais persuasivas são-lhes no entanto atribuídas menos responsabilidades, gerem equipes mais pequenas e são acantonadas em certas áreas, por exemplo nos recursos humanos ou na comunicação de imagem.

mesmo quando as suas carreiras são idênticas ás dos homens, tendem a patinar por volta dos 35 anos, por via da familia, dos filhos, da imagem, alteração de prioridades...

7 comentários:

A Silenciosa disse...

E as tentativas de romper essa "tradição" são tidas como .....
"inicio de alterações hormonais" acredita que conheço na pele

Beijo

DocePecado disse...

Sofro na pele a mesma coisa , visto que tenho um cargo público e não posso negligenciar a familia ...

Complicado , muito complicado ....

DocePecado disse...

Sofro na pele a mesma coisa , visto que tenho um cargo público e não posso negligenciar a familia ...

Complicado , muito complicado ....

Vulgar disse...

A Silenciosa,
gostei dessa :)

um beijo

Vulgar disse...

DocePecado,
acredito.
e é dificil descomplicar.

um beijo

My Last disse...

Qualquer mulher com dois dedos de testa sente isso no seu dia a dia

Parabens

Vulgar disse...

My Last
o que dois dedos não fazem por uma mulher...
desculpa a vulgaridade mas não resisti.
bem vinda, e um beijo