quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Nota de culpa

extracto da nota de culpa:

quatrocentas e trinta e uma mil setecentas e cinquenta e sete condenações por crimes contra a humanidade.
culpado com premeditação de vinte e cinco mil duzentos e quarenta e três sismos de grande magnitude (contabilizados à data) ou seja duzentos e quarenta milhões de mortos.
declarado moral e civilmente responsável de epidemias de peste e cólera,ou sejam cento e cinquenta milhões de mortos.
culpado de nove mil e seiscentas erupções vulcânicas (até a data) ou seja treze milhões de mortos.
culpado de noventa e oito milhões de inundações com premeditação (até á data) ou seja de cento e dois milhões de mortos.
apontado como responsável de vinte e oito mil tempestades, ciclones e tufões ou seja sessenta e cinco milhões de mortos.
autor confesso de sessenta e três milhões de relâmpagos que atingiram fatalmente dezasseis mil ovelhas e quinhentos e sessenta mil pastores.
culpado de setecentos e trinta e dois mil mortes por envenenamento devido à ingestão de cogumelos.
autor de publicidade enganosa. abandono do filho, e consequentemente sem direitos paternos.
responsável pelo delito de falta de assistência a mais de trezentos milhões de milhões de milhões de pessoas em perigo.

este é o nosso deus que tudo fez, que tudo controla e que tudo decide.

6 comentários:

DocePecado disse...

Querido , não está nas mãos de Deus tudo o que acontece de mau ao Mundo , nós não aproveitámos o que nos foi dado ... e agora pagámos ...

Beijo terno

A Silenciosa disse...

O retorno das férias foi cheio de fel.

Não sou católica ( nem por prática nem por fé), e tenho a sorte de não acreditar em divindades, mas acredito na força gravitica e electrica que une os atomos uns aos outros......no final somos todos carbono.

Os actos humanos, de nós dependem, os da natureza, são uma forma de reciclagem.

Os inexplicáveis, só o são porque não conhecemos a causa.

E pronto já me alonguei em demasia, acontece sempre aqui (grrrrrr)


Beijo meu

Akrasia disse...

Estou ver que as férias foram poucas...

How about just saying :I am wonderful in so many other ways...
because we are our own gods and our own demons...and somethings are just simply out of our control!

Espero que pelo menos a semana tenha sido menos desastrosa...

Deixo-te beijinho caótico...

Vulgar disse...

Doce Pecado
Então temos que aproveitar melhor o que nos é dado.
Obrigado, um beijo para ti

Vulgar disse...

A Silenciosa,
com algum fel sim, mas pouco.
gosto que te alongues aqui.
até porque os teus comentários são uma espécie de carbono cristalizado.
um beijo

Vulgar disse...

Akrasia,
claro que há o copo meio cheio e o copo meio vazio.
mas ás vezes e bom saber olhar e ver apenas um copo com água.
quando à semana... é preciso recordar que foi a semana das “escutas” que não são escutas.

um beijo